Bonito Notícias - Notícias de Bonito MS e Região
Bonito - Mato Grosso do Sul - 18 de Setembro de 2019
16/08/2019 - 10:29
Angí Chocolates investe em sabor pantaneiro nos seus produtos
Os chocolates artesanais incluem frutos típicos do Pantanal para diferenciar o sabor.
Ketlen da Silva
Arquivo Pessoal
Ampliar
Os chocolates são embalados à mão e misturam os sabores típicos do Cerrado com o chocolate.
Arquivo Pessoal
Ampliar
Beatriz Branco teve a ideia a partir de um curso de empreendedorismo.

Tudo começou em 2017 com a criação de uma empresa fictícia para uma competição de um curso de empreendedorismo. Beatriz Branco, de 30 anos, pensou nos chocolates, por ser uma das maiores paixões das pessoas, e em valorizar as heranças de regiões menos conhecidas pelo Brasil, homenageando, então, o Pantanal com ingredientes como frutos, matérias-primas e castanhas para dar o sabor aos doces.

“Para mim, a desvalorização dessa área do país sempre foi uma lacuna que nenhum negócio conseguiu explorar. E, pelo visto, não fui a única a pensar isso: meu pioneirismo e originalidade fizeram meu projeto vencer a competição. Em apenas quatro dias, o que era só uma ideia que eu havia divulgado no Facebook de maneira casual recebeu 300 pedidos. Vi que era hora de tirar o projeto do papel e, então, fundei a Angí”, disse ela durante entrevista ao Projeto Draft.

Se profissionalizou e, com o auxílio de pequenos produtores da região, a Angí Chocolates, que teve o nome inspirado na árvore angico de Mato Grosso do Sul, se tornou a única empresa do Estado a trabalhar com produção de chocolate do início ao fim, começando a movimentar a economia local. O próximo passo foi criar uma loja virtual para atender os pedidos vindos de todo o país e, em seguida, o Instagram, de onde surge a maioria de seus clientes.

“Hoje, minha grande alegria é ter um negócio rentável e sustentável que muda a vida de pequenas comunidades em regiões brasileiras que nunca haviam sido valorizadas. Levar a história do povo pantaneiro para todo o Brasil é uma grande responsabilidade e minha maior paixão”, afirma ela.

O trabalho com a fabricação dos chocolates se idealiza na filosofia “slow food”, comida devagar em português, onde valoriza-se a qualidade do produto desde os ingredientes, que incluem o cacau e melado de cana, cultivados pelos produtores locais, até o produto final, tornando o tempo o fator mais importante para o gosto característico dos doces. 

Os produtos são embalados à mão e os valores variam de R$7,00 por 20 gramas e R$20,00 por 80 gramas. Entre os sabores típicos estão o pequi, a guavira e a bocaiuva, símbolos da cultura pantaneira. Eles podem ser comprados pelo site https://angichocolates.com/loja/ ou pelo Instagram.

Gostou? Compartilhe!
COMENTE ESTA NOTÍCIA
CURTIU O BONITO NOTÍCIAS?
MAIS NOTÍCIAS
16 de Agosto de 2019
17:58
17:55
11:05
08:33
Publicidade
Publicidade
ACOMPANHE O BONITO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

BONITO NOTÍCIAS
POLÍTICA DE CONTEÚDO

O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior.

Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação.

Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados.

Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.

Bonito Notícias - Todos os direitos reservados 2019.